Aplicativo de mobilidade urbana: quais tipos e como criar?

Fabio Queiroz
09 maio, 2022

A tecnologia nunca esteve tão presente como atualmente. O aplicativo de mobilidade urbana É um dos mais úteis e recorrentes.

aplicativo de mobilidade urbana

Nossas necessidades são consumidas a cada minuto por uma série de aplicativos e empesas que procuram atender vários nichos e serviços.

Diante da problemática de transportes públicos, presente na maioria das grandes cidades, o transporte alternativo foi um grande sucesso.

Falamos dos Aplicativos de Mobilidade Urbana. Ficou curioso?

Fique atento a este artigo que iremos falar sobre o tema.

Olhar: Quais os requisitos para ser Uber no Brasil?

O Que é um aplicativo de mobilidade urbana?

Diante deste mercado de desenvolvimentos e criações diárias, os aplicativos de mobilidade urbana surgem como grande facilitador da vida de quem precisa se deslocar com conforto e o mínimo de segurança.

A facilidade com que nos comunicamos e precisamos obter serviços está na palma de nossas mãos.

Devido a esta necessidade, surgiram os aplicativos de mobilidade urbana com a intenção de atender um público “com sede” de facilidade, transporte, informação e conforto.

Além disso, um grande ponto positivo destes apps, é ter acesso às informações antecipadamente, como: trajetos e informações do profissional que irá atender-nos, e descrições de segurança. Isso é bom não?

Segurança sempre é bem-vinda. Inicialmente a ideia dos aplicativos tipo Uber era criar uma forma de renda extra para as pessoas que possuem um carro, com exigências mínimas como: o ano e estado do veículo.

À medida que o sucesso foi crescendo, ser um motorista do tipo Uber deixou de ser apenas um extra, e sim uma nova profissão, que atualmente está sendo regulamentada no Brasil.

Facilidades do App de mobilidade urbana

Estes aplicativos podem promover serviços de deslocamento como a Uber, InDrive e 99, ou podem ser app que consistem e informativos de deslocamento como o Moovit, que transmite em sua plataforma informações de horários e trajetos das linhas de ônibus locais.

Citamos também o aplicativo de mobilidade urbana Waze, que informa os melhores trajetos e outras informações adicionais para quem está no trânsito, semelhante a google maps.

Os apps foram desenvolvidos pensando em diferentes perfis e necessidades; assim como em grupos específicos de pessoas e culturas diferentes, que tem suas particularidades quanto a locais e centros urbanos.

aplicativo de mobilidade urbana

Desse modo, você poderá utilizá-los em diversos momentos da rotina, para otimizar a sua agenda em meio a tantos compromissos.

Cerca de 20 milhões de brasileiros usam algum aplicativo de mobilidade urbana.
Esta estimativa só cresce.

Antes usado somente por jovens ou quem gosta de testes para novas tecnologias, a cada dia, novos usuários devem surgir.

O mesmo acontece com as cidades: primeiro os aplicativos surgiram nas capitais, e agora as menores.

Ver: Waze Carpool: Aplicativo de Carona

Qual a influência destes aplicativos nas cidades?

Não há como negar que seja gigantesca. E não só por atender somente o transporte de forma econômica, prática e objetiva, mas, por gerar diversas oportunidades de empregos.

Antes presente somente em grandes capitais, este modelo de mobilidade urbana massificou suas áreas de atuação e praticamente, todos os centros urbanos de médio e grande porte, possuem alguém que presta este serviço.

Outro fator pouco comentado, é que essas categorias de aplicativos abrangem outro problema solucionado: a sustentabilidade ambiental.

Esses veículos alternativos ajudam a diminuir as emissões de gases nocivos, além disso, já pode escolher o transporte pela capacidade de sustentabilidade ou não do veículo.

Quais são os aplicativos de mobilidade urbana?

Os mais conhecidos do público, são os de mobilidade urbana tipo Uber, como:


• 99
• Uber
• Easy Taxi
• InDriver

Estes são, certamente, os aplicativos mais conhecidos pelo público.

Possuem características similares, diferenciando somente em suas promoções e alguns serviços
específicos.

Além destes, podemos citar os aplicativos Rappi, ifood e uber eats; estes são app para entrega de mercadorias e alimentos.

Um aplicativo semelhante ao Uber é uma boa solução para mobilidade na maioria das cidades, pois ele conecta passageiros a motoristas, e claro, a segurança é fator essencial quando falamos de transporte.

Diante da preocupação com a intensidade de agressão ambiental, estas empresas que fornecem este tipo de serviço, optaram por implantar novos modelos de transporte como: aplicativos para aluguel de bicicletas e patinetes, diminuindo assim a emissão de CO2.

Somado a estes, temos os aplicativos de carona. Este modelo de app busca melhorar a mobilidade urbana e gerar economia para os usuários.

Em tempos de alta de combustível, estas apps de carona podem ser uma ótima alternativa para serem usados tanto na mediação da cidade como em rotas intermunicipais, atualmente este modelo faz muito sucesso nas grandes cidades.

aplicativo de mobilidade urbana

Ver: Requisitos inDriver no Brasil – Como ser um motorista?

Verificando os principais app de carona, citaremos 3 opções de apps de carona.
Confira abaixo!


• BlaBlaCar
• Waze Carpool
• Bynd

Se você quer encontrar a melhor rota, saber onde e quando passa um ônibus então, falamos de Aplicativos de navegação.

Para este modelo, a informação é essencial e a principal ferramenta destes apps.

Vamos a alguns exemplos:


• Google Maps
• Moovit
• Citymapper

É seguro usar os aplicativos de mobilidade urbana?

Em um momento que a segurança está cada vez mais precária, os aplicativos investem “pesadamente” nos sistemas de verificação, informação, token e autenticação de seus profissionais.

Tudo isso para garantir experiências seguras e confortáveis.

Nestas plataformas também existem um sistema de verificação de dados, tanto dos usuários como da pessoa cadastrada.

A Uber recentemente inovou fazendo uma “parceria” com a Polícia Militar do Rio de Janeiro, onde instalou um botão de segurança nos veículos, o chamado “botão de pânico”, que ajuda a PM ser acionada em ações criminosas.

Ver: Como fazer reclamações no iFood: Telefone e Contato

É possível criar um aplicativo de mobilidade urbana?

A resposta é sim! Cada aplicativo de mobilidade urbana tem uma proposta diferente, cada grupo ou localidade buscam novas soluções e inovações.

A mobilidade urbana é pauta emergente de ideias de economia compartilhada.
Em tudo momento, Fintechs surgem com novas propostas e modelos urbanos.

Um exemplo disso é a BYD D1, que está surgindo na América do Sul com o foco em sustentabilidade, suas unidades móveis são todas elétricas.

Importante lembrar que para criar um aplicativo de mobilidade urbana é importante compreender as abordagens da sua “nova” empresa em relação à tecnologia e aos processos de negócios, e claro, seu público-alvo.

O primeiro passo é optar por escolher como você quer atuar. Segundo passo, escolher se você deseja desenvolver o próprio aplicativo (equipe de desenvolvedores ou DEVs) ou alugá-lo através de uma plataforma.

Pronto, iniciamos os primeiros passos, após isso, o desenvolvimento do app necessita de um certo investimento para implantar tecnologias essenciais como:


• Forma de pagamentos (in-app);
• Canais de comunicação
• Geolocalização
• Rastreamento
• Dashboard
• Notificação push

Aspectos para criar um aplicativo de mobilidade urbana

Uma app de mobilidade urbana é um projeto digital (startup) que tem como objetivo central: funcionar como modelo alternativo de transporte de pessoas que procuram qualidade e comodidade.

Após criar o aplicativo, ele poder ser experimentado e expandido de diversas formas, como: expandir as opções e modelos de transporte e sua área de atuação.

Importante que ao conhecer seu público-alvo, a atuação feita para uma região específica pode ser muito lucrativa.

Geralmente ao atuar em pequenas cidades, seu público tende a fidelizar-se pela identidade e regionalidade.

A expansão desses serviços, necessitam de um bom trabalho informativo e de marketing.

Lembrem-se, ser novidade é algo importante diante de tanta concorrência. Portanto, usar e criar faz parte da nova geração de necessidades.

Estar apto a tecnologias e estar na visão é totalmente aceitável, mas, ressaltamos que, há um
investimento e estudo para o negócio ser autêntico e eficiente.

Olhar: O que é e como funciona o 99Entrega?