Descubra o que é o PIX, como ele funciona, se há custos e se vale a pena se cadastrar no novo meio de pagamento brasileiro.

O que é PIX?

O PIX é um novo sistema brasileiro lançado em novembro de 2020 que veio para revolucionar as formas de enviar, receber e fazer pagamentos online. Com ele, será possível fazer transferências e pagamentos para pessoas físicas e pessoas jurídicas a qualquer hora do dia, de segunda a segunda, e o valor cai na hora na conta do recebedor.

PIX
Trata-se de um novo sistema de pagamento do Banco Central.

Como funciona?

Não é necessário nenhum aplicativo adicional para utilizá-lo, basta criar uma chave PIX em algum banco, estabelecimento comercial ou fintech. As fintechs, como o Nubank, são startups especializadas em otimizar serviços referentes às finanças pessoais ou de empresas. Esse novo sistema, basicamente, se tornará mais uma opção de transferência assim como o TED e o DOC, mas com alguns diferenciais:

  • Não será necessário informar a conta e nem a agência para fazer essa transferência.
  • Apenas a chave PIX já é suficiente.
  • Você pode transferir para qualquer banco sem custo como pessoa física.
  • O valor cai na conta do recebedor na mesma hora.
  • A transferência pode ser feita a qualquer hora e dia da semana.

Como funciona para pessoas jurídicas?

O banco central repassa às instituições financeiras o valor de R$ 0,01 a cada 10 transações com o PIX.

Dependendo do banco, esse custo pode ser repassado tanto para quem paga quanto para quem recebe. Porém, isso fica a critério de cada banco. Por isso, recomendamos que entre em contato com o seu banco para mais informações.

Quais são os benefícios do PIX?

  • Segurança: com a criação da sua chave, não será mais necessário informar dados do seu banco e pessoais para realizar uma transferência ou pagamento. Basta informar uma das chaves cadastradas como o e-mail, telefone celular, CPF ou uma chave aleatória.
  • Flexibilidade: Com o PIX, o usuário pode fazer transferências 24 horas por dia, todos os dias, incluindo finais de semana e feriados.
  • Gratuito: o custo é zero para pessoas físicas, diferentemente do DOC e do TED que têm custos altos.
Receber com PIX
Cada brasileiro pode registrar até cinco chaves PIX por banco.

Quais são as opções de chaves PIX?

Assim que fizer o seu cadastro no PIX, você terá a opção de utilizar até cinco chaves de acesso. As opções são:

  • CPF ou CNPJ
  • Número de telefone celular
  • Endereço de e-mail
  • Chave aleatória

Como usar o PIX?

Pode-se utilizar o PIX para fazer pagamentos via internet, fazer transferências bancárias, pagar boletos etc. O processo é bastante simples:

  1. Abra o aplicativo ou site do banco de sua preferência.
  2. Procure por “PIX”.
  3. Cadastre a chave de acesso que desejar.
  4. Certifique-se que o cadastro foi concluído.
  5. Abra-o novamente e escolha pagar ou fazer transferência.
  6. Leia o código QR Code ou coloque a chave do destinatário.
  7. Coloque o valor e confirme.

Como receber?

  1. Escolha uma chave PIX cadastrada no banco que deseja receber.
  2. Passe a chave à pessoa que vai lhe enviar o dinheiro.
  3. Aguarde ela fazer a transferência e receba em sua conta sem custo e no mesmo instante.

Como excluir a chave PIX?

  1. Abra o aplicativo do seu banco onde está registrada a sua chave.
  2. Procure por “PIX”.
  3. Ao abrir, procure por suas chaves.
  4. Clique na chave que deseja excluir.
  5. Abrirá uma janela de confirmação. Cheque se é a chave desejada e confirme.
  6. Coloque a sua senha do banco.
  7. A remoção pode ser imediata ou necessitar da confirmação do banco.

Vale a pena?

O PIX é totalmente gratuito para pessoas físicas, oferece maior segurança e pode ser utilizado a qualquer momento. Ele também poderá logo ser utilizado para compras em aplicativos, como o Uber Eats. Por isso, sim, vale a pena utilizá-lo para pagamentos e transferências do dia a dia.

Su comentarios nos interesaa

Quieres saber mas sobre AppBR?